Uber registra mais de 3 mil casos de abuso sexual nos EUA em 2018

Corridas compartilhadas em Chicago caem após apps elevarem preços

Uber registra mais de 3 mil casos de abuso sexual nos EUA em 2018

A Uber registrou mais de 3 mil casos de abuso sexual em 1,3 bilhões de viagens com o aplicativo nos Estados Unidos, informou relatório da empresa de motoristas de aplicativo divulgado nesta quinta-feira (5). De acordo com a companhia, há tanto condutores quanto passageiros entre as vítimas.
Segundo o relatório, houve denúncias de 235 penetrações ocorridas sem consentimento, além de centenas de outros relatos beijos forçados e toques em partes íntimas também não consensuais.
A Uber afirma que houve queda de 16% nos números de abuso em relação ao ano anterior. Porém, os dados podem estar subnotificados — a empresa somente leva em conta os casos relatados à companhia.
“Alguns vão gostar do tanto que fizemos para melhorar a segurança, e outros vão dizer que há mais trabalho a se fazer. Ambos estão certos”, disse a CEO da Uber, Dara Khosrowshahi.
Reportagem em atualização

Referência